O que vem primeiro à sua cabeça quando você quer lembrar de algo: um texto ou uma imagem?

Cada pessoa é impactada de uma maneira diferente ao visualizar um e-mail. Ainda assim, é bem mais fácil memorizar imagens do que mensagens escritas, concorda?

Com tantas interações acontecendo de modo digital, estamos cada vez mais sensíveis à comunicação através de imagens.

Contudo, para que esse potencial seja bem aproveitado no marketing digital, o visual precisa estar em harmonia com o conteúdo das mensagens.

Essa é a função do design.

Então, use as dicas a seguir e explore a poderosa combinação de imagens e palavras para que sua próxima campanha de e-mail marketing fique ainda mais atraente, eficaz e memorável.

Boas práticas de design para e-mail marketing

Confira como os recursos de design podem ser aplicados em toda a estrutura gráfica de seus e-mails:

Assunto

A área de assunto oferece a primeira chance de causar uma boa impressão e estimular as pessoas a clicarem para saber mais sobre sua campanha.

O design desse pequeno espaço serve para estruturar e realçar sua mensagem, funcionando como uma pequena amostra do que será entregue após o clique. 

Isso é fundamental porque o seu e-mail já começa a ser avaliado desde o momento em que o assunto é visto em uma lista na caixa de entrada. E seu público decide em poucos segundos o que vai abrir… ou ignorar.

7 ideias para incrementar o design da área de assunto de seu e-mail:

  • Crie uma frase concisa e convincente para a área do assunto, usando palavras relevantes desde o início — e levando em conta o texto da pré-visualização;
  • Procure manter uma consistência no design da área de assunto para que sua campanha tenha um estilo marcante;
  • Use o espaçamento e a disposição do texto para realçar alguma palavra ou parte da frase;
  • Se for incluir emojis ou símbolos — como cifrões, porcentagens e travessões — tente colocá-los no meio ou no final do texto, checando se eles aparecem corretamente;
  • Números e letras maiúsculas podem funcionar como chamarizes em seu texto, desde que sejam relevantes com o conteúdo e usados com moderação;
  • Evite o excesso de caracteres especiais ou letras em caixa alta — isso deixa muito evidente que o e-mail faz parte de uma ação de marketing e pode parecer spam;
  • O minimalismo também pode ser adotado no design do assunto, com o uso de apenas uma ou duas palavras nessa área. Isso pode ser um ótimo diferencial em uma caixa de entrada lotada, mas avalie se o texto é suficiente para estimular a abertura do e-mail;
  • O uso de emojis na área de assunto continua em alta. Dados da Forbes apontam que 56% das marcas que adotaram essa tática tiveram maiores taxas de abertura de e-mails. Porém, é importante avaliar a adequação em cada caso.

Corpo do e-mail

Cores, fontes, fotos, ícones, ilustrações… além da escolha desses elementos, a maneira que eles ocupam o espaço também faz toda a diferença no design para campanhas de e-mail marketing.

É muito importante pensar na organização visual para manter a sua mensagem atraente e de fácil leitura em diferentes telas — já que as pessoas acessam seus e-mails em diversos dispositivos. 

Para converter visualizações em ações, o ideal é que a experiência seja inspiradora desde o momento da abertura da mensagem. Então, dê atenção especial à forma com que você apresenta as primeiras palavras e imagens. 

Além disso, a organização em colunas (que já foi uma tendência em e-mail marketing) pode perder o impacto na visualização pelo celular. Para organizar as informações de forma mais moderna e amigável, adote a filosofia do “menos é mais”.

Um visual mais amigável prolonga o impacto positivo daquilo que despertou o interesse do leitor e instiga o engajamento através de propostas apresentadas de forma clara, visualmente atraente e, de preferência, em sintonia com a identidade visual de sua marca.

Imagens

Mais do que atrair, valer por mil palavras e reforçar conceitos, o uso de imagens para marketing digital também dá leveza à mensagem — com uma folga ao conteúdo persuasivo e, ainda assim, encorajando uma resposta positiva das pessoas.

Nada impede que a sua campanha seja focada apenas no texto. Essa é uma decisão que depende de seu objetivo e do estilo desejado para comunicação com o público-alvo. Contudo, se você for usar imagens para e-mail, siga os seguintes critérios:

Qualidade – Imagens com resolução inadequada podem atrapalhar a visualização e com isso gerar falta de confiança, fazendo com que as pessoas abandonem a leitura do seu e-mail.

Originalidade – Fotos e ilustrações dão personalidade à sua mensagem. Por isso, evite usar imagens genéricas ou “manjadas”. Uma boa dica é explorar as opções do Canva, uma plataforma de design online que oferece milhares de imagens incríveis e permite que você faça as edições na mesma interface (cortar, aplicar filtros e realizar ajustes de fotografia, sobrepor caixas de texto e muito mais).

Relevância – Faça escolhas que tenham a ver com o conteúdo de sua mensagem e as sensações que você deseja evocar através da imagem.

Funcionalidade – Se o seu e-mail adotar um estilo de flyer ou infográfico, assegure-se que as informações estejam legíveis na imagem. Combine-a também a um breve texto para pré-visualização e defina bem o CTA — ainda que a área da imagem seja clicável.

Tamanho – Já faz tempo que as imagens deixaram de ser apenas elementos decorativos em campanhas de e-mail. Informações visuais claras e expressivas agregam significado à sua mensagem. Elas podem até substituir grande parte do texto, se você preferir. E mesmo as imagens menores, como ícones ou thumbnails, também comunicam com eficiência.

Cores

Uma boa escolha das tonalidades usadas no design de seu e-mail ajuda a criar a atmosfera desejada, reforçar a identidade visual de sua marca e estabelecer um estilo exclusivo para sua campanha.

Além de conferir a psicologia das cores, vale a pena testar alguns macetes:

Como acertar nas cores para campanha de e-mail marketing

  • Quanto mais complexo for o conteúdo, menos cores devem fazer parte do design;
  • Use a paleta de cores da marca ou eleja cores harmônicas entre si;
  • Um maior contraste com o fundo realça as informações visuais. Você pode usar essa tática de forma minimalista, abusando dos espaços em branco ou em tons claros;
  • Uma opção inusitada é usar tonalidades que não são combinadas usualmente, como lilás e verde musgo, rosa e vermelho… o resultado é moderno e impactante;
  • Mantenha a consistência. Com o tempo e frequência das visualizações, as cores selecionadas vão formar uma memória visual associada à sua marca.

Tipografia

Não tenha dúvida: seu público faz uma espécie de escaneamento do texto para desviar das partes que não considera interessantes.

Por isso, além de selecionar suas fontes é importante determinar a hierarquia entre elas — títulos, subtítulos, parágrafos, legendas…

Ao deixar essas diferenças bem claras para as pessoas, você consegue mais controle sobre a forma com que o e-mail será lido.

Para definir o estilo das fontes que vai usar, não limite sua decisão às letras “com serifa” ou “sem serifa”.

Confira várias opções e procure por características que ofereçam uma boa legibilidade, combinem com a identidade visual de sua marca e estejam em sintonia com o objetivo de sua mensagem.

Outros recursos visuais

Tal como os vídeos, incluir cronômetros, GIFs e elementos interativos também é uma ótima estratégia para influenciar os cliques da sua audiência.

Imagens e recomendações geradas por outros usuários reforçam o engajamento. 

Se você já aproveita esse conteúdo nas redes sociais, que tal trazê-lo para sua campanha de e-mail marketing?

CTA

O call-to-action é um ponto de convergência, unindo o design e a narrativa de seu e-mail para criar um desejo específico nas pessoas.

Quando você entrega um conteúdo interessante e atraente, fica mais fácil converter esse desejo em ação… e essa ação em uma venda.

Então, preste atenção aos seguintes detalhes:

Melhores práticas de design para CTA em campanhas de e-mail marketing

  • Um CTA deve ser atraente, fácil de encontrar e difícil de ignorar na composição do e-mail;
  • O call-to-action deve se destacar do fundo, de preferência mantendo alguma similaridade com um botão de verdade. Isso aumenta a taxa de conversão e é muito mais eficiente do que um simples link;
  • Seu CTA pode transmitir um senso de urgência com uma cor viva como o laranja ou usar o reforço positivo do verde ou azul. Seja qual for a paleta do seu design, garanta que o botão tenha o destaque necessário, elegendo uma tonalidade que não apareça em nenhum outro ponto do e-mail;
  • Valorize o CTA deixando espaço em volta do botão e adotando um tamanho que facilite a leitura de seu texto;
  • Evite bombardear seu leitor com CTAs. Para fazer mais de um call-to-action, dê um peso diferente a cada botão e posicione-os a uma boa distância no corpo do e-mail.

Faça cada vez melhor!

Muitos fatores contribuem para que uma campanha de e-mail marketing seja eficiente e memorável. Certamente, enviar mensagens que conquistam a atenção e estimulam o engajamento das pessoas é um grande passo para a conversão em vendas. 

Um bom design cria a atmosfera ideal para que isso aconteça — através de uma bela combinação de palavras e imagens que influenciam decisões.

Aprenda a explorar ao máximo o poder das imagens na comunicação e entregue ainda mais qualidade com suas mensagens.

Bons negócios!

Share Now:

Comentários :